Seja por sempre e em todas partes conhecido, adorado, bendito, amado, servido e glorificado o diviníssimo Coração de Jesus e o Imaculado Coração de Maria.

"Roma perderá a Fé e se tornará a sede do Anticristo"

Nossa Senhora em La Salette

Attende Domine, et miserere, quia peccavimus tibi.

Pax Domini sit semper tecum

Item 4º do Juramento Anti-modernista São PIO X: "Eu sinceramente mantenho que a Doutrina da Fé nos foi trazida desde os Apóstolos pelos Padres ortodoxos com exatamente o mesmo significado e sempre com o mesmo propósito. Assim sendo, eu rejeito inteiramente a falsa representação herética de que os dogmas evoluem e se modificam de um significado para outro diferente do que a Igreja antes manteve. Condeno também todo erro segundo o qual, no lugar do divino Depósito que foi confiado à esposa de Cristo para que ela o guardasse, há apenas uma invenção filosófica ou produto de consciência humana que foi gradualmente desenvolvida pelo esforço humano e continuará a se desenvolver indefinidamente" - JURAMENTO ANTI-MODERNISTA

____

Eu conservo a MISSA TRADICIONAL, aquela que foi codificada, não fabricada, por São Pio V no século XVI, conforme um costume multissecular. Eu recuso, portanto, o ORDO MISSAE de Paulo VI”. - Declaração do Pe. Camel.

____

Ao negar a celebração da Missa Tradicional ou ao obstruir e a discriminar, comportam-se como um administrador infiel e caprichoso que, contrariamente às instruções do pai da casa - tem a despensa trancada ou como uma madrasta má que dá às crianças uma dose deficiente. É possível que esses clérigos tenham medo do grande poder da verdade que irradia da celebração da Missa Tradicional. Pode comparar-se a Missa Tradicional a um leão: soltem-no e ele defender-se-á sozinho”. - D. Athanasius Schneider

"Os inimigos declarados de Deus e da Igreja devem ser difamados tanto quanto se possa (desde que não se falte à verdade), sendo obra de caridade gritar: Eis o lobo!, quando está entre o rebanho, ou em qualquer lugar onde seja encontrado".- São Francisco de Sales

“E eu lhes digo que o protestantismo não é cristianismo puro, nem cristianismo de espécie alguma; é pseudocristianismo, um cristianismo falso. Nem sequer tem os protestantes direito de se chamarem cristãos”. - Padre Amando Adriano Lochu

"MALDITOS os cristãos que suportam sem indignação que seu adorável SALVADOR seja posto lado a lado com Buda e Maomé em não sei que panteão de falsos deuses". - Padre Emmanuel

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

PT E O NOVO SOCIALISMO NO BRASIL

“O Foro inicialmente era uma frente política que, aos poucos, foi sendo transformada pelo Partido Comunista Cubano em uma estrutura de comando centralizado, de cuja direção hoje fazem parte os principais grupos terroristas da América Latina”

GOVERNO DO PARTIDO DOS TRABALHADORES (PT) E A TENTATIVA DO NOVO SOCIALISMO NO BRASIL¹
Marcos Delson da Silveira*
“O PT chegou ao poder e, em vez de governar, resolveu tomar o Estado. Ocupou 20 mil cargos, levantando muitos milhões de reais em dinheiro público roubado de estatais, de fundos de pensão, de superfaturamentos combinados com grandes empresas, com empréstimos falsos em bancos privados e públicos, em jogadas com agências de publicidade fajutas. O PT/governo usou valérios e delúbios para distribuir essa grana para comprar políticos e fazer uma gigantesca caixa 2 para reeleger Lula e eleger o Dirceu em 2010”. (Arnaldo Jabor, O Globo, 30/08/05)
Em 1978 Luiz Inácio Lula da Silva discursou no congresso dos petroleiros na Bahia-BA (como presidente dos Sindicatos dos Metalúrgicos de São Bernardo dos Campos e Diadema, cargo que assumira em 1975) sobre um sonho de fundar um partido de trabalhadores para “organizar as massas exploradas e sua lutas.” Dois anos depois, em 1980 foi fundado em São Paulo o Partido dos Trabalhadores – PT. Como os iguais andam com seus iguais, na formação do partido, Lula, contou com sindicalistas, líderes de movimentos sindicais e lideres de trabalhadores rurais, ex-presos políticos e ex-participantes da luta armada, políticos que haviam sido cassados, militantes de organizações clandestinas, religiosos e intelectuais de esquerda das mais diversas fontes esquerdistas (USTRA 2002; p. 526).
A máxima: “pela árvore conhecereis o fruto”, se manifestou. Um limoeiro oferece limões e um partido gerado das mais diversas fontes esquerdistas oferece corrupção como meio para atingir o fim: Socialismo. Nunca “na história desse país” fomos tão bombardeados por ideologias de esquerda como nesse período. Buscaram reformular a consciência do brasileiro utilizando-se das mais funestas ideologias, como o aborto, feminismo radical e a ideologia de gênero. Sem falar os casos de corrupção do período desse partido, PT, no poder. O poder foi um meio utilizado para tentar, de vez, transformar o Brasil em um país socialista. Nesse sistema democrático vergonhoso e amplamente corrupto vivenciado em nosso país o “mensalão” era a ponte para o Socialismo.
O maior feito do PT foi chegar à presidência da República com o senhor Luiz Inácio Lula da Silva em 2002, tendo feito a campanha mais cara da história da política brasileira. Para tal feito, Lula, moderou o discurso radical de classes e convidou o empresário José Alencar para vice-presidente da República. A campanha orientada pelo marqueteiro Duda Mendonça teve sucesso e Lula foi eleito ganhando no segundo turno de José Serra, exmilitante da AP e exilado, no segundo turno.
Com suficiente influência política, no início, o PT teve apoio para garantir seus projetos, entre eles o de reforma tributária e previdenciária (engavetado até o Presidente atual Michel Temer). Movimentos sociais de minorias e a reforma agrária ganhou força. A imagem do homem pobre, sem estudos, que trabalhou cedo para ajudar a família, engraxate e torneiro mecânico sofreu as primeiras manchas em 2004 com o escândalo dos Bingos, envolvendo o Ministro da Casa Civil, na época, José Dirceu. Logo depois, em 2005 e 2006, o Deputado Roberto Jefferson se envolveu no pagamento de propina para o Correio. Roberto Jefferson acusou o governo petista de pagar os Deputados para votar e aprovar projetos que beneficiassem os ideais do Partido dos Trabalhadores. Esquema corrupto conhecido como “mensalão”. Segundo o que foi transmitido: Lula de nada sabia.
Diante a pressão da mídia, na Câmara, vários deputados correram o risco de cassação do mandato. Foi um período vergonhoso para o Brasil. O dinheiro da corrupção apareceu em pastas, cueca, empréstimos milionários no Banco Rural². Entre outros escândalos, como o do Dossiê Vedoin. Nesse ano, a imagem do PT, sofreu grande queda. Em ano político, para reerguer a imagem e ser reeleito, o salário mínimo sofreu um aumento considerável, as estradas tiveram os buracos tapados, houve subsídios para contratar empregadas domésticas, farmácias populares... tudo para maquilar a corrupção e as intenções do governo.
Bem, não vou citar os casos do segundo mandato e nem da Presidente Dilma Rousseff. Quero enfatizar o Foro de São Paulo. Em 1990 aconteceu em São Paulo, idealizada por Fidel Castro e apoiada pelo Lula, um encontro de grupos Comunistas desnorteados com o fim da União Soviética. O Foro de São Paulo tem como objetivo retornar o processo revolucionário na América Latina com a criação de uma Federação das Repúblicas Socialistas da América Latina. “O Foro inicialmente era uma frente política que, aos poucos, foi sendo transformada pelo Partido Comunista Cubano em uma estrutura de comando centralizado, de cuja direção hoje fazem parte os principais grupos terroristas da América Latina” (USTRA 2020, p. 554). Desde 1992 contam com uma Revista intitulada América livre. A chegada do PT ao poder no Brasil em 2002 é um suspiro para reorganizar uma América Socialista.
Para transformar o Brasil em um país socialista primeiro seria necessário mudar as leis; sucatear as forças armadas e desmotiva-la; socializar as terras e a economia; indicar juízes com ideias de esquerda e arrecadar fundos suficientes para permanecer no poder pelo tempo necessário para transformar toda a superestrutura social. Por meio do Conselho Federal de Jornalismo (CFJ) a mídia seria amordaçada e a criação da Agencia Nacional de Cinema e Audiovisual (Ancinav) a mídia estaria sobre controle. Por meio do projeto da reforma Universitária a educação reproduziria a ideologia estando sobre o comando de entidades ligadas ao governo; com o apoio do MST e das FARC o exército estaria completo. Com dinheiro suficiente pra comprar o Legislativo (“mensalão”) para aprovar projetos de leis a estrutura do PT seria fortificada e tornar-se-ia o partido mais poderoso da América Latina. Com vinte anos (20) no poder um novo socialismo seria implantado no Brasil.
Agora em 2018 corremos novamente o risco de um Partido esquerdista no poder. O povo brasileiro desconhece a história e se fundamenta em noticiários de mídia. Nunca na história da humanidade um partido socialista devolveu ao povo governado a dignidade. Em nome da liberdade do povo, o escraviza. Olavo de Carvalho no livro “O Jardim das Aflições” afirma que “a incapacidade de um povo para perceber os perigos que o ameaçam é um dos sinais mais fortes da depressão autodestrutiva que prenuncia as grandes derrotas sociais”. Grande parte da população brasileira se preocupa com assuntos secundários ou mesmo descartáveis e se esquece da política. Quando questionados afirmam: “Política não se discute!” Política se discute sim. Enquanto nós pensarmos que política não se discute pessoas, muitas vezes com ideias escusas, em nome das liberdades democráticas, assumirão o poder de forma despótica e conduzirão o povo à escravidão ideológica. A omissão não é um meio, mas sim o fim de uma nação.
* Licenciado em Filosofia; pós-graduado em Docência Universitária (Católica); Filosofia do Direito (Moderna); Direitos Humanos da Criança e do Adolescente (UFG); Filosofia Clínica (Católica) e pós-graduando em Arte-Educação Intermidiática Digital (UFG). Possui Curso Complementar Superior em Gestão de Segurança. e colaborador do blog Salve Regina!.

NOTAS:
¹ Este texto tem como fonte de inspiração: USTRA, Carlos Alberto Brilhante. A verdade Sufocada: A história que a esquerda não quer que o Brasil conheça. Brasília: ed. Ser, 3ª ed, 2002, pg. 523 à 563.
²Na Câmara, deputados foram relacionados em uma lista de prováveis cassados. O primeiro foi Roberto Jefferson e logo a seguir José Dirceu (...) outros renunciaram para evitar a cassação (...) Severino Cavalcanti presidente da Câmara e do Partido Liberal (PL), Valdemar Costa Neto (...) Apareceu dinheiro em todos os lugares (...) 200 mil reais em uma pasta em poder de José Adalberto Viera da Silva (...) e 100 mil dólares escondidos na cueca que usava (...) José Adalberto era assessor parlamentar do deputado José Nobre Guimarães, líder do PT na Assembleia Legislativa do Ceará. José Nobre é irmão de José Genuíno, na época presidente do PT (...) Havia empréstimos milionários no Banco Rural, feitos em nome de Marcos Valério (...) avalizados por Delúbio Soares, tesoureiro, e José Genoíno, presidente do PT (USTRA 2002, p. 529).

Nenhum comentário:

Postar um comentário