Seja por sempre e em todas partes conhecido, adorado, bendito, amado, servido e glorificado o diviníssimo Coração de Jesus e o Imaculado Coração de Maria.

"Roma perderá a Fé e se tornará a sede do Anticristo"

Nossa Senhora em La Salette

Attende Domine, et miserere, quia peccavimus tibi.

Pax Domini sit semper tecum

Item 4º do Juramento Anti-modernista São PIO X: "Eu sinceramente mantenho que a Doutrina da Fé nos foi trazida desde os Apóstolos pelos Padres ortodoxos com exatamente o mesmo significado e sempre com o mesmo propósito. Assim sendo, eu rejeito inteiramente a falsa representação herética de que os dogmas evoluem e se modificam de um significado para outro diferente do que a Igreja antes manteve. Condeno também todo erro segundo o qual, no lugar do divino Depósito que foi confiado à esposa de Cristo para que ela o guardasse, há apenas uma invenção filosófica ou produto de consciência humana que foi gradualmente desenvolvida pelo esforço humano e continuará a se desenvolver indefinidamente" - JURAMENTO ANTI-MODERNISTA

____

Eu conservo a MISSA TRADICIONAL, aquela que foi codificada, não fabricada, por São Pio V no século XVI, conforme um costume multissecular. Eu recuso, portanto, o ORDO MISSAE de Paulo VI”. - Declaração do Pe. Camel.

____

Ao negar a celebração da Missa Tradicional ou ao obstruir e a discriminar, comportam-se como um administrador infiel e caprichoso que, contrariamente às instruções do pai da casa - tem a despensa trancada ou como uma madrasta má que dá às crianças uma dose deficiente. É possível que esses clérigos tenham medo do grande poder da verdade que irradia da celebração da Missa Tradicional. Pode comparar-se a Missa Tradicional a um leão: soltem-no e ele defender-se-á sozinho”. - D. Athanasius Schneider

"Os inimigos declarados de Deus e da Igreja devem ser difamados tanto quanto se possa (desde que não se falte à verdade), sendo obra de caridade gritar: Eis o lobo!, quando está entre o rebanho, ou em qualquer lugar onde seja encontrado".- São Francisco de Sales

“E eu lhes digo que o protestantismo não é cristianismo puro, nem cristianismo de espécie alguma; é pseudocristianismo, um cristianismo falso. Nem sequer tem os protestantes direito de se chamarem cristãos”. - Padre Amando Adriano Lochu

"MALDITOS os cristãos que suportam sem indignação que seu adorável SALVADOR seja posto lado a lado com Buda e Maomé em não sei que panteão de falsos deuses". - Padre Emmanuel

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Missa no Rito Romano Tradicional em Trindade-Go

“Igreja do Santíssimo Redentor - Trindade, Goiás
Missas aos domingos às 18:00 - Confissões às 17:00”

Trindade, município da região metropolitana da capital de Goiás, distando cerca de 15 km de Goiânia, surgindo do extinto município de Campinas, que hoje integra a capital, era um distrito com o nome de Barro Preto.
Em 184, ás margens do córrego Barro Preto o casal mineiro Ana Rosa e Constatino Xavier encontraram um medalhão com a imagem da Santíssima Trindade coroando a Virgem Santíssima.
Conta-se que quando Constantino trabalhava a terra, ao cavar, bateu com a enxada em algo duro, imaginando ser uma pedra. Porém ao afastá-la viu-se tratar de um medalhão de aproximadamente 8 cm de barro em que havia a imagem da Santíssima Trindade com Nossa Senhora aos pés sendo coroada pelo Pai, pelo Filho e com o Espírito Santo sobre ambos.
Levando o achado para sua residência o colocou em local de destaque e todos os dias diante da imagem rezava-se o Santo Terço, inclusive junto com familiares e pessoas que iam para conhecer o belo medalhão.
A família começou a receber graças e milagres despontaram nas proximidades da propriedade de Constatino e a cada dia mais e mais pessoas iam em romaria para junto a imagem da Trindade. Em 1848 surgiu a primeira capela, onde era depositado o medalhão.

Na mesma época Constatino Xavier dirigiu a cidade de Pirenópolis, distante 150 km, a procura do escultor goiano José Joaquim da Veiga Valle para que restaurasse o medalhão, sendo orientado pelo artista a fazer uma réplica maior em madeira, surgindo a imagem conhecida símbolo da Trindade na região.
Com pouco dinheiro para pagar ao trabalho, o lavrador deixou todo o soldo que possuía e seu cavalo retornando a Barro Preto a pé com a imagem nas mãos, originando a romaria a pé que os fiéis fazem na época da festa entre Goiânia e Trindade e de outras localidades mais distantes do estado, além de carreiros e montarias.
Com o aumento de fiéis, foram construídas duas capelas, uma às margens do córrego e outra ainda maior em 1876. Em 1912 foi erguido o primeiro santuário.
Os missionários Redentoristas em Trindade
Em 12 de dezembro de 1894, festa de Nossa Senhora de Guadalupe, padres redentoristas da Baviera, por solicitação do bispo de Goiás, Dom Eduardo Duarte da Silva, instalam no Distrito de Barro Preto, ficando até 1900. Em 1901 a romaria foi transferida para Campinas, retornando para o distrito em 1904.
Igreja Matriz em 1920
Padre Antão Jorge
Em 1909 o Distrito de Barro Preto muda para Trindade, e em 1912 a Igreja Matriz é inaugurada, construída pelo padre e engenheiro austríaco Antão Jorge Hechensblarkner, para poder receber os romeiros que a cada dia aumentavam em número.
Trindade é elevada à condição de vila em 1920, em 20 de julho de 1927 recebe o título de cidade, voltando a condição de vila em 1935 devido a construção da nova capital e em 31 de dezembro de 1943 é ratificada como cidade.
No centenário do encontro do medalhão, Dom Emanuel Gomes de Oliveira lançou a pedra fundamental da construção da Catedral Santíssima Trindade, concluindo as obras em 1974 da única Basílica do dedicada ao Divino Pai Eterno.

Padre Pelágio
Padre Pelágio Sauter, nasceu aos 09 de setembro de 1878 na aldeia alemã de Haussen am Thann, filho de Matias Sauter e Maria Neher, além de Pelágio tiveram outros 14 filhos.
Em 26 de junho de 1907 foi ordenado presbítero. Em 06 de agosto de 1909 desembarcou no Rio de Janeiro, nunca mais saindo do Brasil, falecendo em 23 de novembro de 1961 em Goiânia.
Dos 52 anos vividos no Brasil, cerca de cinco foram no Estado de São Paulo e os outros 47 em Goiás, principalmente em Trindade.

Fiel devoto de Nossa Senhora, dedicou grande parte de seu apostolado foi dedicado aos pobres e enfermos.
As benções que davam às manhãs e tardes na Igreja Matriz de Campinas ficaram conhecidas pelas curas extraordinárias, muitas sem explicações médicas.
Percorria todo o estado de Goiás visitando a quem mais precisava, dedicando grande parte de sua vida em prol dos enfermos e dos mais necessitados.
Padre Pelágio com as Filhas de Maria
Padre Pelágio faleceu em 23 de novembro de 1961 na Santa Casa de Misericórdia de Goiânia, aos 83 anos.
Estimou-se na época que 40% da população de Goiânia participou de seu velório e sepultamento.
Túmulo de Padre Pelágio na Igreja do
Santíssimo Redentor
O Apóstolo de Goiás, pai dos pobres, conforto dos doentes, grande evangelizador e sorrido de Deus, como era conhecido, tem seu corpo depositado hoje na Igreja do Santíssimo Redentor na cidade de Trindade.
Festa do Divino Pai Eterno
A festa geralmente ocorre na última semana do mês de junho com o enceramento no primeiro domingo do mês subsequente.
Infelizmente, como tudo em nossos dias, a festa ficou paganizada, destacando o comércio, venda de tudo, desde artigos religiosos e outros que em nada lembram a fé católica.
Há disseminação de bebidas, jogos, espetáculos musicais, eventos com desfiles de carreiros, montarias, mas também não deixou de ter a parte religiosa, em 2017 estimou-se cerca de 2,9 milhões de pessoas, com 110 missas, 45 novenas, 11 procissões, 27 orações do terço, centenas de batizados e outros tantos matrimônios, além de alvoradas e vigílias.
Missa no Rito Romano Tradicional em Trindade
Igreja do Santíssimo Redentor
Desde da Festa de Cristo Rei, 29 de outubro, Trindade foi agraciada com a Santa Missa no Rito Romano Tradicional, celebrada pelo Padre Bráulio Maria Pereira, CSsR, que pelo amor a Deus e a Igreja, levou a Santa Missa a capital da Fé como é conhecida Trindade, anteriormente o padre a celebrava em Goiânia.
Igreja do Santíssimo Redentor vista da Basilica nova
Foto de Luiz Henrique - Fonte http://mapio.net/pic/p-130045968/
A Missa acontece aos domingos às 18:00 horas, com confissões às 17:00 horas, mapa aqui, na Igreja do Santíssimo Redentor, situada na Praça do Cruzeiro, Setor Ana Rosa, próximo da Basílica do Divino Pai Eterno (nova).

Fontes
https://g1.globo.com/goias/noticia/romaria-do-divino-pai-eterno-atrai-29-milhoes-de-fieis-a-trindade.ghtml

Nenhum comentário:

Postar um comentário