Seja por sempre e em todas partes conhecido, adorado, bendito, amado, servido e glorificado o diviníssimo Coração de Jesus e o Imaculado Coração de Maria.

"Roma perderá a Fé e se tornará a sede do Anticristo"

Nossa Senhora em La Salette

Attende Domine, et miserere, quia peccavimus tibi.

Pax Domini sit semper tecum

Item 4º do Juramento Anti-modernista São PIO X: "Eu sinceramente mantenho que a Doutrina da Fé nos foi trazida desde os Apóstolos pelos Padres ortodoxos com exatamente o mesmo significado e sempre com o mesmo propósito. Assim sendo, eu rejeito inteiramente a falsa representação herética de que os dogmas evoluem e se modificam de um significado para outro diferente do que a Igreja antes manteve. Condeno também todo erro segundo o qual, no lugar do divino Depósito que foi confiado à esposa de Cristo para que ela o guardasse, há apenas uma invenção filosófica ou produto de consciência humana que foi gradualmente desenvolvida pelo esforço humano e continuará a se desenvolver indefinidamente" - JURAMENTO ANTI-MODERNISTA

____

Eu conservo a MISSA TRADICIONAL, aquela que foi codificada, não fabricada, por São Pio V no século XVI, conforme um costume multissecular. Eu recuso, portanto, o ORDO MISSAE de Paulo VI”. - Declaração do Pe. Camel.

____

Ao negar a celebração da Missa Tradicional ou ao obstruir e a discriminar, comportam-se como um administrador infiel e caprichoso que, contrariamente às instruções do pai da casa - tem a despensa trancada ou como uma madrasta má que dá às crianças uma dose deficiente. É possível que esses clérigos tenham medo do grande poder da verdade que irradia da celebração da Missa Tradicional. Pode comparar-se a Missa Tradicional a um leão: soltem-no e ele defender-se-á sozinho”. - D. Athanasius Schneider

"Os inimigos declarados de Deus e da Igreja devem ser difamados tanto quanto se possa (desde que não se falte à verdade), sendo obra de caridade gritar: Eis o lobo!, quando está entre o rebanho, ou em qualquer lugar onde seja encontrado".- São Francisco de Sales

“E eu lhes digo que o protestantismo não é cristianismo puro, nem cristianismo de espécie alguma; é pseudocristianismo, um cristianismo falso. Nem sequer tem os protestantes direito de se chamarem cristãos”. - Padre Amando Adriano Lochu

"MALDITOS os cristãos que suportam sem indignação que seu adorável SALVADOR seja posto lado a lado com Buda e Maomé em não sei que panteão de falsos deuses". - Padre Emmanuel

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

“Ela esmagará a tua cabeça”

“Não é sem sentido a Virgem de Fátima ter aparecido num contexto em que os homens se afastavam dos Mandamentos da Lei de Deus e da Igreja para buscar desenfreadamente o prazer, o dinheiro e a vanglória.”

Pe. David Francisquini (*)
Quando iluminada pela fé, a razão nos dá tal visão da ordem criada, que sozinha ela jamais conseguiria dar, pois a fé confere equidade e inteligência que excedem tudo o que é meramente natural.
Não é sem sentido a Virgem de Fátima ter aparecido num contexto em que os homens se afastavam dos Mandamentos da Lei de Deus e da Igreja para buscar desenfreadamente o prazer, o dinheiro e a vanglória.
Como as guerras são consequências dos pecados dos homens, é apropriado dizer que o abandono de Deus acarretou a I e a II Guerras Mundiais.
A Virgem de Fátima disse à Irmã Lúcia — uma das videntes — que não mais podia segurar o braço justiceiro de seu Divino Filho, prestes a se abater sobre a Terra por causa de tantos pecados.
No centenário da última aparição de Virgem de Fátima — que ocorreu no dia 13 de outubro —, vale a pena realçar a preocupação dos pastorinhos em agradar a Deus e converter os pecadores.
Das seis aparições ocorridas em Fátima, a última foi a mais impressionante, pois com ela Nossa Senhora quis mostrar a veracidade das demais. Deu-se então o Milagre do Sol, presenciado pelas 70 mil pessoas reunidas em Fátima e por muitas outras de lugares mais distantes. Ele foi tão portentoso, que nem sequer os inimigos da Igreja conseguiram empaná-lo ou ignorá-lo.
As aparições de Nossa Senhora em Fátima aconteceram quase no final da I Grande Guerra e pouco antes da revolução bolchevista na Rússia. A Mãe de Deus admoestava: caso os homens não atendessem aos seus pedidos de conversão, reparação e penitência, a Rússia espalharia seus erros pelo mundo.
Mas ficou claro que desses erros não ficaria imune sequer a Santa Igreja, bastando para isso considerar a imensa infiltração comunista nos meios católicos do mundo inteiro e sua nefasta influência sobre a sociedade temporal através da Teologia da Libertação.
O processo revolucionário desencadeado no final da Idade Média atingiu o paroxismo em nossos dias com a eclosão de outros erros e correntes propugnando a Ideologia de Gênero, a pedofilia, a zoofilia, o falso casamento entre pessoas do mesmo sexo e outras enormidades. Tudo isso ao lado de uma infernal ofensiva de blasfêmias e sacrilégios de que os noticiários estão prenhes.
O que surpreende e deixa a todos perplexos é o silêncio enigmático de nossa estrutura eclesiástica. Como estão distantes os tempos em que Santo Antônio Maria Claret e outros santos se opuseram de viseira erguida às arremetidas dos inimigos da Igreja e da Cristandade!
Parece haver um desígnio satânico de implantar na Terra um estado de coisas que fere e transtorna a boa ordenação colocada por Deus. São Luís Maria Grignion de Montfort, no Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem, disse que o demônio haveria de armar grandes ciladas ao calcanhar desta mulher misteriosa, e que haveria grandes inimizades entre a bendita posteridade de Maria e a raça maldita de Satanás.
Afirma ainda o santo que se trata de uma inimizade toda divina, a única de que Deus é autor: “Os combates e as perseguições que os filhos e raça de Belial farão à raça de vossa mãe Santíssima, só servirão para mais bem fazer resplandecer o poder de vossa graça, a coragem da virtude de vossos servos e autoridade de vossa mãe, pois que lhes destes, desde o começo do mundo a missão de esmagar esse soberbo pela humildade de seu coração e do seu calcanhar: ipsa conteret caput tuum.”
Um lugarejo desconhecido como Fátima tornou-se um enorme centro de peregrinação, oração, penitência e milagres. Pessoas do mundo inteiro ali acorrem, para rezar pelo triunfo do Imaculado Coração de Maria e pedir a própria conversão. Animados pelas promessas de Maria, a confiança em sua vitória esmagadora se acende em nós!
_________
(*) Sacerdote da Igreja do Imaculado Coração de Maria – Cardoso Moreira (RJ).

Nenhum comentário:

Postar um comentário