Seja por sempre e em todas partes conhecido, adorado, bendito, amado, servido e glorificado o diviníssimo Coração de Jesus e o Imaculado Coração de Maria.

"Roma perderá a Fé e se tornará a sede do Anticristo"

Nossa Senhora em La Salette

Attende Domine, et miserere, quia peccavimus tibi.

Pax Domini sit semper tecum

Item 4º do Juramento Anti-modernista São PIO X: "Eu sinceramente mantenho que a Doutrina da Fé nos foi trazida desde os Apóstolos pelos Padres ortodoxos com exatamente o mesmo significado e sempre com o mesmo propósito. Assim sendo, eu rejeito inteiramente a falsa representação herética de que os dogmas evoluem e se modificam de um significado para outro diferente do que a Igreja antes manteve. Condeno também todo erro segundo o qual, no lugar do divino Depósito que foi confiado à esposa de Cristo para que ela o guardasse, há apenas uma invenção filosófica ou produto de consciência humana que foi gradualmente desenvolvida pelo esforço humano e continuará a se desenvolver indefinidamente" - JURAMENTO ANTI-MODERNISTA

____

Eu conservo a MISSA TRADICIONAL, aquela que foi codificada, não fabricada, por São Pio V no século XVI, conforme um costume multissecular. Eu recuso, portanto, o ORDO MISSAE de Paulo VI”. - Declaração do Pe. Camel.

____

Ao negar a celebração da Missa Tradicional ou ao obstruir e a discriminar, comportam-se como um administrador infiel e caprichoso que, contrariamente às instruções do pai da casa - tem a despensa trancada ou como uma madrasta má que dá às crianças uma dose deficiente. É possível que esses clérigos tenham medo do grande poder da verdade que irradia da celebração da Missa Tradicional. Pode comparar-se a Missa Tradicional a um leão: soltem-no e ele defender-se-á sozinho”. - D. Athanasius Schneider

"Os inimigos declarados de Deus e da Igreja devem ser difamados tanto quanto se possa (desde que não se falte à verdade), sendo obra de caridade gritar: Eis o lobo!, quando está entre o rebanho, ou em qualquer lugar onde seja encontrado".- São Francisco de Sales

“E eu lhes digo que o protestantismo não é cristianismo puro, nem cristianismo de espécie alguma; é pseudocristianismo, um cristianismo falso. Nem sequer tem os protestantes direito de se chamarem cristãos”. - Padre Amando Adriano Lochu

"MALDITOS os cristãos que suportam sem indignação que seu adorável SALVADOR seja posto lado a lado com Buda e Maomé em não sei que panteão de falsos deuses". - Padre Emmanuel

sábado, 19 de agosto de 2017

Marchemos divididos, combatemos unidos


“Meu Jesus tende piedade de mim! Meus pecados são mais numerosos do que as gotas de sangue que derramastes por mim. Não mereço pertencer ao exército que defende os direitos de vossa Igreja e que luta por ela.

Tradução: Salve Regina
Nos últimos anos surgiram muitos blogs administrados por fiéis adeptos a Missa no Rito Romano Tradicional, que atrapalham a vida de muitas classes de modernistas que hoje controlam vários sites, blogs que difundem os graves erros dogmáticos e morais. Ninguém pode alegar que é exagero a minha crítica a propaganda modernista: que a eucaristia e só um símbolo do Corpo de Cristo; que o inferno não existe; que todas as religiões são boas; que o divórcio não pode ser proibido; que a convivência pré-matrimonial tem valor pré-sacramental; não há nada de mal que os homossexuais “se casem”; que as mulheres também deveriam ser ordenadas sacerdotes...e muitos outros erros nocivos semelhantes.
O rito tradicional é uma coluna que sustenta o movimento tradicional, ou seja, o movimento espontâneo dos fiéis de diversas nações, decididos a defender todo o patrimônio da tradição católica dos ataques dos inimigos da Igreja.
Talvez há quem pergunte se não seria melhor os blogs e sites tradicionais unirem suas energias para um bem comum ao contrário de agirem cada um por si. Não creio que a união de todos os blogs em um só possa ser positivo; seria como querer reagrupar todas as ordens religiosas em uma única ordem; não faria sentido, pois cada ordem tem suas próprias características que distinguem das demais. Que sentido teria em unir uma ordem contemplativa com uma hospitalária? Ou unir uma ordem voltada ao ensino com uma dedicada a vida de hermética?
Voltamos a internet. Não vejo nada de estranho em ter vários abordando o mesmo assunto; neste caso a Missa tridentina. Cada um com suas características. Alguns dedicam mais as questões puramente litúrgicas; outros nas nomeações episcopais, nas acontecimentos locais, nos assuntos “dos bastidores”, escritos por repórteres no Vaticano. Outros publicam comentários ascetas e espirituais.
Porém, cada um tem o seu próprio campo de batalha dentro do movimento tradicional, criando um impacto devastador sobre o ‘exército vermelho modernista’ que agora encontra-se cercado por todos os lados, enquanto que seus blogs e sites, abarrotados de erros teológicos e morais, despertam menor interesse dos católicos (sobretudo os jovens).
O principal inimigo a combater é o modernismo, mais precisamente: ‘síntese de todas as heresias’. O fato de existir muitos sites tradicionalistas não é um problema para continuação da intensa batalha, pelo contrário pode ser um recurso valiosíssimo.
Marchemos divididos, combatemos unidos.
Blog Cordialiter, 29 de julho de 2017
Tradução para o espanhol por Marilina Manteiga.
Visto em Adelante La Fe: http://adelantelafe.com/marchemos-divididos-atacar-unidos/

Nenhum comentário:

Postar um comentário