Seja por sempre e em todas partes conhecido, adorado, bendito, amado, servido e glorificado o diviníssimo Coração de Jesus e o Imaculado Coração de Maria.

"Roma perderá a Fé e se tornará a sede do Anticristo"

Nossa Senhora em La Salette

Attende Domine, et miserere, quia peccavimus tibi.

Pax Domini sit semper tecum

Item 4º do Juramento Anti-modernista São PIO X: "Eu sinceramente mantenho que a Doutrina da Fé nos foi trazida desde os Apóstolos pelos Padres ortodoxos com exatamente o mesmo significado e sempre com o mesmo propósito. Assim sendo, eu rejeito inteiramente a falsa representação herética de que os dogmas evoluem e se modificam de um significado para outro diferente do que a Igreja antes manteve. Condeno também todo erro segundo o qual, no lugar do divino Depósito que foi confiado à esposa de Cristo para que ela o guardasse, há apenas uma invenção filosófica ou produto de consciência humana que foi gradualmente desenvolvida pelo esforço humano e continuará a se desenvolver indefinidamente" - JURAMENTO ANTI-MODERNISTA

____

Eu conservo a MISSA TRADICIONAL, aquela que foi codificada, não fabricada, por São Pio V no século XVI, conforme um costume multissecular. Eu recuso, portanto, o ORDO MISSAE de Paulo VI”. - Declaração do Pe. Camel.

____

Ao negar a celebração da Missa Tradicional ou ao obstruir e a discriminar, comportam-se como um administrador infiel e caprichoso que, contrariamente às instruções do pai da casa - tem a despensa trancada ou como uma madrasta má que dá às crianças uma dose deficiente. É possível que esses clérigos tenham medo do grande poder da verdade que irradia da celebração da Missa Tradicional. Pode comparar-se a Missa Tradicional a um leão: soltem-no e ele defender-se-á sozinho”. - D. Athanasius Schneider

"Os inimigos declarados de Deus e da Igreja devem ser difamados tanto quanto se possa (desde que não se falte à verdade), sendo obra de caridade gritar: Eis o lobo!, quando está entre o rebanho, ou em qualquer lugar onde seja encontrado".- São Francisco de Sales

“E eu lhes digo que o protestantismo não é cristianismo puro, nem cristianismo de espécie alguma; é pseudocristianismo, um cristianismo falso. Nem sequer tem os protestantes direito de se chamarem cristãos”. - Padre Amando Adriano Lochu

"MALDITOS os cristãos que suportam sem indignação que seu adorável SALVADOR seja posto lado a lado com Buda e Maomé em não sei que panteão de falsos deuses". - Padre Emmanuel

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

CONCÍLIO DE TRENTO - Assistentes às Sessões Celebradas na Época de Pio IV


CONCÍLIO ECUMÊNICO DE TRENTO
Assistentes às Sessões Celebradas na Época de Pio IV

Nomes, sobrenomes, pátrias e dignidades dos Legados, Arcebispos, Bispos, e outros Padres, assim como dos Embaixadores, e Teólogos que assistiram a uma, ou a muitas, ou a todas as nove Sessões do Concilio de Trento, celebradas na época de Pio IV, desde 18 de janeiro de 1562 até 4 de dezembro de 1563.

Cardeais, Presidentes e Legados
O Rvmo. e Ilmo. Sr. Hércules Gonzaga, Presbítero Card. do título de santa Maria a nova. Foi arc. de Tarragona, e tio do duque de Mantova, de Mantova.
O Rvmo. e Ilmo. Sr. Gerónimo Seripando, agustiniano, presb. card. do título de Santa Susana.
O Rvmo. e Ilmo. Sr. Marcos Sitico de Ataemps, card. diácono do título da Basílica dos doze santos apóstolos, alemão.

Embaixadores eclesiásticos. Sentavam-se à direita dos Legados
O Ilmo. e Rvmo. Sr. Antonio Muglitz, arceb. de Praga: pelo César: moravio.
O Ilmo. e Rvmo. Sr. Jorge Dracovitz, Bispo de cinco igrejas: pelo César como rei de Hungria: depois Cardeal: croata.
O Ilmo. e Rvmo. Sr. Valentín Herbot, Bispo de Pruesmil: pelo rei de Polonia: polaco.
O Ilmo. e Rvmo. Sr. Marcos Antonio Bobba, Bispo de Agosta no Piemonte: pelo duque de Sabóia: de Casal.
O Ilmo. e Rvmo. Sr. Gerónimo Gaddi, Bispo de Cortona: pelo duque de Florença: florentino.
O Rvmo. Sr. Martín Hércules Rettinger, Bispo davantino: pelo Arcebispo e príncipe de Saltzbourg: alemão.
Fr. Martín Roxas de Portarubio: pelo grão Mestre, e toda a religião de S. João: morreu em 1577: espanhol.

Embaixadores seculares (à esquerda dos Legados)
O Ilmo. Sr. Sigismundo Tuun: pelo imperador: de Trento.
O Ilmo. Sr. Luis de S. Gelasio, senhor de Dansac: pelo rei de França: francês.
O Ilmo. Sr. Arnaldo du Ferrier, francês.
O Ilmo. Sr. Guido Fabro, senhor de Pibrac, francês.
O Ilmo. Sr. Fernando Martinez de Mascarenhas: pelo rei de Portugal: português.
O Ilmo. Sr. Nicolás de Ponte: pela república de Veneza, de que depois foi Grão - Duque, Veneziano.
O Ilmo. Sr. Mateo Dandulo, Veneziano.
O Ilmo. Sr. Juan Strozzi: pelo duque de Florença: florentino.
O Rvmo. Fr. Melchor Lussi: pelos cantões suíços: suíço.
O Ilmo. Sr. Agostinho Baumgartnet, dr. em ambos direitos: pelo duque de Baviera: alemão.
O Ilmo. Sr. Fernando de Avalos, governador do Milanesado, e depois vice-rei de Sicilia: pelo rei de Espanha. Morreu em 1572: espanhol.
O Ilmo. Sr. Claudio de Quiñones, conde de Luna. Tinha seu assento separado dos demais Embaixadores pela competência entre Espanha e França: morreu em Trento em 18 de dezembro de 1563: espanhol.

Arcebispos
O Rvmo. Sr. Fernando Annio, antes arceb. de Amalfi, e na seção, Bispo de Boyano, napolitano.
O Rvmo. Sr. Pedro Guerrero.
O Rvmo. Sr. César Cibo, arc. de Turim, genovês.
O Rvmo. Sr. Luis BeccatOi, arceb. de Ragusa, bolonhês.
O Rvmo. Sr. Antonio Tarragués de Castillejo, arceb. de Taller em Cerdeña, antes Bispo de Trieste: espanhol, aragonês.
O Rvmo. Sr. Julio Cavesi, arceb. de Surrento, do ordem de santo Domingo, de Brezza.
O Rvmo. Sr. Fr. Bartolomeu dos Mártires, sábio, piedoso, e zelozíssimo arceb. de Braga, dominicano: ardente promotor da disciplina eclesiástica: renunciou o arcebispado, e morreu entre seus religiosos em 1590: de Lisboa.
O Rvmo. Sr. Guillermo de Avanson, Arcebispo de Evreux: francês, do Dofinado.
O Rvmo. Sr. Máximo de Máximis, arc. de Amalfi, romano.
O Rvmo. Sr. Gaspar Cervantes de Gaeta, de Cáceres em Extremadura, colegial de Oviedo, arceb. de Mesina, depois de Salermo, e Tarragona, card. da S. I. R. Morreu em 1576: espanhol.
O Rvmo. Sr. Nicolás de Selleve, depois Cardeal Arcebispo de Sens, francês.

Bispos
O Rvmo. Sr. Vicente Nicosanti, Bispo de Arbe, de Fano.
O Rvmo. Sr. Juan Francisco de Flisco, Bispo de Andro, genovês.
O Rvmo. Sr. Quintio de Rusticis, Bispo mais antigo de Mileto, romano.
O Rvmo. Sr. Lucas Bisanti, Bispo de Cataro, de Cataro.
O Rvmo. Sr. Antonio de Tamera, Bispo de Belay, saboiano.
O Rvmo. Sr. Scipión Tongal, Bispo de Cita di Castelo, romano.
O Rvmo. Sr. Vicente Durantibus, Bispo de Termini, de Brezza.
O Rvmo. Sr. Juan Vicente MichaOi, Bispo minarbino, de Carlet.
O Rvmo. Sr. Gabrio de Conver, Bispo de Anjou, francês.
O Rvmo. Sr. Leonardo Haller, Bispo de Filadofia, auxiliar, e procurador do Bispo de Aichstad, alemão.
O Rvmo. Sr. Luis Vannini, de Chodulis, Bispo de Certino, de Forlui.
O Rvmo. Sr. Julio Contarini, Bispo de Celuno, Veneziano.
O Rvmo. Sr. Pedro de Val, Bispo de Seez, de Paris.
O Rvmo. Sr. Juan Antonio Pantusa, Bispo de Lettere, da ordem de predicadores, de Cosencia.
O Rvmo. Sr. Juan Bautista de Grosis, Bispo de Regio, mantovano.
O Rvmo. Sr. Juan Suárez, Bispo de Coimbra, agustiniano, confessor do rei de Portugal: morreu em 1580: português.
O Rvmo. Sr. Filipe Rocaba, Bispo de Recanate, de Recanate.
O Rvmo. Sr. Juan Beroaldo, Bispo de santa Ágata, de Palermo.
O Rvmo. Sr. Antonio Scarampi, Bispo de Nola, de Aquis.
O Rvmo. Sr. César, conde de Gámbara, Bispo de Tortona, de Brezza.
O Rvmo. Sr. Juan Bautista de Bernardis, Bispo de Ajazzo, de Luca.
O Rvmo. Sr. Martín de Ayala, Bispo de Segovia.
O Rvmo. Sr. Alfonso Rosseti, Bispo de Camachio, ferrares.
O Rvmo. Sr. Eustaquio de BOay, Bispo de Paris, francês.
O Rvmo. Sr. Alberto Duimio de Gliticis, dominicano, Bispo de Veglia, de Cataro.
O Rvmo. Sr. Juan Antolinez Bricianos de Cibera, Bispo de Jovenazo. Renunciou o bispado, e morreu em 1574: espanhol.
O Rvmo. Sr. Balduino de Balduinis, Bispo de Aversa, de Pisa.
O Rvmo. Sr. Diego Enriquez de Almansa, Bispo de Coria, filho dos marqueses de Alcañices, espanhol.
O Rvmo. Sr. Sebastián Gualter, Bispo de Viterbo, de Orvieto.
O Rvmo. Sr. Gaspar do Casal, Bispo de Leyra, do ordem de santo Agostinho: morreu em Coimbra em 1587: português.
O Rvmo. Sr. Bernardino de Capis, Bispo de Ossimo, romano.
O Rvmo. Sr. Juan de Morvillier, Bispo de Orleans, francês.
O Rvmo. Sr. Julio Gentilis, Bispo de Vultura, de Tortona.
O Rvmo. Sr. Fr. Antonio de São Miguel, Bispo de Monte-marano, da observância de São Francisco, depois arceb. danciano: morreu em 1570: espanhol.
O Rvmo. Sr. Pedro Griti, Bispo de Parenzo, Veneziano.
O Rvmo. Sr. Luis de Bresc, Bispo de Meaux, francês.
O Rvmo. Sr. Ecisclo Moya de Contreras, Bispo de Vique, depois arceb. de Valencia, colegial maior de São Bartolomeu: morreu em 1565: espanhol, de Pedroche no reino de Córdoba.
O Rvmo. Sr. Jacobo Maria Sala, Bispo de Vivier, bolonhês.
O Rvmo. Sr. Gabriel de Monte, Bispo de Jesi, de S. Sabino.
O Rvmo. Sr. Mariano Sabelo, Bispo de Gubio, romano.
O Rvmo. Sr. Julio Galeti, Bispo de Alesano, de Pisa.
O Rvmo. Sr. Gerónimo Dubourg, Bispo de Chalons, francês.
O Rvmo. Sr. Scipion de Este, Bispo de Casal, ferrares.
O Rvmo. Sr. Diego Sarmiento de Sotomayor, galego da casa dos condes de Gondomar, colegial maior de Oviedo, Bispo de Astorga: morreu em 1571.
O Rvmo. Sr. Fausto Cafareli, Bispo de Fondi, romano.
O Rvmo. Sr. Juan Bautista Osio, Bispo de Reati, romano.
O Rvmo. Sr. Francisco de Beaucaire Peguillon, Bispo de Metz.
O Rvmo. Sr. Juan Francisco Comendón, Bispo de Zante y Cefalonia, depois card. Veneziano.
O Rvmo. Sr. Gonzalo Arias Gallego, espanhol, Bispo de Gerona, depois de Cartagena: morreu em 1573: de Galícia.
O Rvmo. Sr. Gerónimo VOásquez Galego, colegial de S. Ildefonso, Bispo de Oviedo: morreu em 1566: espanhol, de Haro.
O Rvmo. Sr. Martín Hércules Rettinger, Bispo de S. Andrés, alemão.
O Rvmo. Sr. Juan de Mañatones, espanhol, agustiniano Bispo de Segorbe e Albarracín: morreu em 1571.
O Rvmo. Sr. Francisco Blanco, espanhol, natural de Capillas, terra de Campos, colegial de santa Cruz, Bispo de Orense, e depois arceb. de Santiago. Prelado exemplar: morreu em 1581.
O Rvmo. Sr. Pompeyo Picolomini, Bispo de Tropea.
O Rvmo. Sr. Pedro Barbarigo, Bispo de Curzola, Veneziano.
O Rvmo. Sr. Pedro Contarini, Bispo de Pavia, Veneziano.
O Rvmo. Sr. Pedro Danés, Embaixador de França ao Concilio na primeira vez que se congregou, Bispo de Vabres, francês.
O Rvmo. Sr. Felipe de Bec., Bispo de Vennes, francês.
O Rvmo. Sr. Andrés de Cuesta, espanhol de Medina do campo, colegial maior de Alcalá, Bispo de León: morreu em 1564.
O Rvmo. Sr. Antonio Gorrionero, espanhol, natural de Aguilafointe, colegial de Oviedo, magistral de Zamora, Bispo de Almería: morreu em 1570.
O Rvmo. Sr. Antonio Agostinho, espanhol, de Zaragoza, Bispo de Lérida, antes de Alife, y núncio apostólico na Inglaterra, sapientíssimo canonista: morreu arceb. de Tarragona em 1586.
O Rvmo. Sr. Lope Martínez dagunilla, Bispo de Ona: morreu em 1568: aragonês.
O Rvmo. Sr. Carlos de Espinay, Bispo de Dola, francês.
O Rvmo. Sr. Maria Campegio, Bispo de Feltri, bolonhês.
O Rvmo. Sr. Juan Quiñones, mestre escola de Salamanca, Bispo de Calahorra: morreu em 1576: espanhol.
O Rvmo. Sr. Diego Covarrubias, de Leyba, espanhol, de Toledo, Bispo de Ciudad-Rodrigo, depois de Segovia. Sábio escritor: morreu em Madrid em 1577.
O Rvmo. Sr. Hipólito Capiculi, Bispo de Fano, de Mantova.
O Rvmo. Sr. Mateo de Concinis, Bispo de Cortona, florentino.
O Rvmo. Sr. Ludovico de Bucil, Bispo de Vence, de Niza.
O Rvmo. Sr. Gerónimo Galerati, Bispo de Sutri, milanês.
O Rvmo. Sr. Jorge Zifchouid, dos menores de S. Francisco, Bispo de Sigeto, húngaro.
O Rvmo. Sr. Esteban Boucher, Bispo de Quimper, francês.
O Rvmo. Sr. GuillOmo Cazador, espanhol, de Vique, Bispo de Barcelona: morreu em 1570.
O Rvmo. Sr. Pedro González de Mendoza, espanhol, filho dos duques do Infantado, Bispo de Salamanca: morreu em 1574: de Guadalajara.
O Rvmo. Sr. Martín de Córdoba e Mendoza, espanhol, filho dos condes de Cabra, dominicano, provincial de Andaluzia, e Bispo de Tortosa: muito esmoleiro: depois Bispo de Plasencia, e ultimamente de Córdoba: morreu em 1581: de Córdoba.
O Rvmo. Sr. Simón Aleoti, Bispo de Lindo na ilha de Rodas, depois de Forlui, de Forlui.
O Rvmo. Sr. Fr. Pedro Jaque, espanhol, religioso dominicano, Bispo de Niochi: morreu em 1564.
O Rvmo. Sr. MOchor Alvarez de Vosmediano, espanhol, colegial de Bolonia, Bispo de Guadix: morreu em 1577: de Carrión dos Condes.
O Rvmo. Sr. Diego de León, Bispo de Coimbra, carmelita, espanhol.
O Rvmo. Sr. Gerónimo Trivisiani, Bispo de Merona, dominicano.
O Rvmo. Sr. Rómulo de Valentibus, Bispo de Conversano, treviano.
O Rvmo. Sr. Pedro de Albert, Bispo de Eomenge, beneditino francês.
O Rvmo. Sr. Diego Ramírez Cedeño, espanhol, natural de Villaescusa, Bispo de Pamplona: morreu em 1573.
O Rvmo. Sr. Francisco Dogado, espanhol, de Pun, terra de santo Domingo da Calzada, colegial de S. Bartolomeu, Bispo de Lugo e depois de Jaén: morreu em 1576.
O Rvmo. Sr. Juan Clausé, Bispo de Senez, de París.
O Rvmo. Sr. Santiago Gilberto de Nogueras, espanhol, Bispo de Alife em Nápoles: morreu em 1566.
O Rvmo. Sr. Antonio Maria Salviati, Bispo de S. Pepuli, depois Cardeal, romano.
O Rvmo. Sr. Tomás Lilio, Bispo de Sora, bolonhês.
O Rvmo. Sr. Francisco da Valete Cornuson, Bispo de Vabres, francês.
O Rvmo. Sr. Carlos Vizconti, Bispo de Ventimilla, depois Cardeal, milanês.
O Rvmo. Sr. Juan Colos Narin, dominicano, obisp. de Chonad, húngaro.
O Rvmo. Sr. Andrés Dudit Sbardoati, Bispo de Tirnau, húngaro.
O Rvmo. Sr. Espinelo Benci, Bispo de Montepulciano, de Montepulc.
O Rvmo. Sr. Stanislao Falenchi, Bispo de Gangres, polaco.
O Rvmo. Sr. Guido Ferrero, Bispo de Verceli, depois Cardeal, de Verceli.
O Rvmo. Sr. Pedro Frago, Bispo de Jaca e Huesca.

Abades
O Rvmo. Sr. Luis de Velay, general do Cister, francês.
O Rvmo. Sr. Gerónimo Suchier de Claraval, depois Cardeal, francês.
O Rvmo. Sr. Joaquín Prevot de Sta. Maria de Gualdo, agustiniano, suíço.
O Rvmo. Sr. Ricardo de Vercel, abade de Preval, canônico Lateranense, de Verceli.
O Rvmo. Sr. Sixto Davitiolo de Renis, de S. Bartolomeu de Pistoya, canônico Lateranense, de Cremon.

Procuradores de Bispos ausentes (além dos que firmaram)
D. Juan Gotardi, do Bispo de Ratisbona, alemão.
Fr. FOiciano Ninguarda, do arceb. de Salisburg, alemão.
D. César Ferranti, do Bispo de Sesa, de Sesa.
Fr. Jacobo de Hugo, do Bispo de Treguier, francês.

Procuradores de ordens
Fr. Juan Contignon, da ordem de Cluni, francês.
Fr. Nicolás Boucherat, da do Cister, francês.

Doutores de Leis
D. Gabriel Peoti, bolonhês.
D. Scipion Lancoto, romano.
D. Juan Bautista Castro, bolonhês.
D. Miguel Tomás Taxaquet, malhorquino.

Teólogos do sumo Pontífice
Fr. Pedro de Soto, espanhol, confessor de Carlos V, primeiro teólogo do Papa. Disputou com Brencio em Trento: morreu nsta cidade em 1563: de Córdoba.
Alfonso Salmeron.
D. Francisco de Torres, espanhol.
D. Antonio Solís, espanhol.
D. Camilo Campegio, de Pavia.
Fr. Gerónimo Brabo, dominicano, espanhol.
Fr. Adrián Valentis, dominicano, de Veneza.

Doutores parisienses enviados pelo rei Cristianíssimo Carlos IX
Sr. Nicolás Maillard, decano da faculdade de teologia de Paris.
Sr. Juan Peletier, reitor do colégio de Navarra.
Sr. Antonio de Mouchy.
Sr. Nicolás de Bris.
Fr. Jacobo Hugon, franciscano.
Sr. Simón Vigor.
Sr. Ricardo du-Pré.
Sr. Natal Paillet.
Sr. Roberto Fournier.
Sr. Antonio Croquier.
Sr. Lázaro Brochot.
Fr. Claudio de Saintes. Todos franceses.

Doutores do rei católico Felipe II
D. Cosme Damião de Ortola, Abade de Villa Beltrando: morreu em 1566: de Perpiñan.
D. Fernando Ticio.
D. Fernando Velosillo, colegial do Arcebispo: natural de Ayllón.
D. Tomás Dasio.
D. Antonio Covarr. Toledano, ouvidor de Granada: morreu em 1602.
D. Fernando Menchaca, sabio escritor: colegial do Arcebispo: de Valladolid.
Fr. Juan Ramírez.
Fr. Alonso Contreras, comissário dos menores de S. Francisco.
Fr. Miguel de Medina, franciscano: sábio escritor.
D. Cosme Palma de Fointes, valenciano, de São Mateus.
Fr. Juan Gallo, dominicano.
Fr. Pedro Fernández, dominicano, espanhol.
Fr. Desiderio de S. Martín, carmelita, de Palermo.
Miguel Bayo, doutor de Lobayna, de Ath.
Juan Hesus, de Lobayna.
Cornelio Jansenio, doutor de Lobayna, depois Bispo de Gante: sábio escritor: de Hulst.

Teólogos do rei de Portugal
Fr. Francisco Forer, dominicano.
D. Diego de Paiva e Andrade.
D. Mochor Corno, português.
P. Juan Covillón, jesuita, flamengo.

Teólogos seculares e Doutores canonistas
Sr. Jorge Girard, francês.
Sr. Genciano Herbeto, francês.
D. Francisco Sancho, decano da faculdade de teologia de Salamanca, e canônico de esta igreja, espanhol.
D. Mateo Guerra, de Consencia.
D. Federico Pendasio, italiano.
D. Juan Francisco Lombardi, napolitano.
D. Pedro Mercado, espanhol.
D. Francisco Trujillo, espanhol.
D. Diego Sobaños, espanhol.
D. Antonio Brito, português.
D. Pedro Fointidueñas, espanhol, sábio e eloqüente escritor, de Segovia.
D. Luis Juan Villeta, espanhol.
D. Juan de Fonseca, espanhol.
D. Miguel de Oroucuspe, navar.
D. Alonso Fernández de Guerra, espanhol.
D. Miguel Itero, espanhol.
D. Joseph Puebla, espanhol.
D. Juan Chacón, espanhol.
D. Antonio García, espanhol.
D. Benito Arias Montano, doutor teólogo do ordem de Santiago; teólogo do Bispo de Segovia; sábio e eloqüente escritor: morreu em Sevilha em 1598: de Fregenal, reino de Sevilha.
D. Juan de Barcelona, espanhol.

Teólogos Beneditinos
Fr. Juan Cartougne, francês.
Fr. Juan de Verdun, francês.

Teólogos dominicanos
Fr. Angel Ciosi, florentino.
Fr. Serafín de Cabalis, de Brez.
Fr. Eliseo Capis, Veneziano.
Fr. Pedro Aridieu, francês.
Fr. Bernardo Berad, francês.
Fr. Juan Mateo Valdina, italiano.
Fr. Pedro Mártir Coma, espanhol.
Fr. Pedro Zatores, espanhol.
Fr. Antonio de Grompto, italiano.
Fr. Aurio de Chio, grego.
Fr. Adriano Valentici, Veneziano.
Fr. Marcos Médicis, veronês.
Fr. Benito Herba, Mantovano.
Fr. Miguel de Aste, de Aste.
Fr. Constantino Cocciano Isorela, italiano.
Fr. Enrique de Távera de São Gerónimo, português.
Fr. Luis de Sotomayor, português.
Fr. Juan Bartolomeu Ferro, italiano.
Fr. Gerónimo Baroli, de Pavia.
Fr. Basilio Cayocci, de Pisa.

Teólogos observantes de S. Francisco
Fr. Luis de Burgo novo, italiano.
Fr. Tomás de Sogliano, italiano.
Fr. Antonio de Padua, português.
Fr. Bonifacio Esteban de Ragusa, de Almata.
Fr. Angelo de Petriolo, italiano.
Fr. Angelo Justiniani, de Chio.
Fr. Vicente de Mesina, italiano.
Fr. Julio Orseani, italiano.
Fr. Jacobo Alani, francês.
Fr. Diego de Tejada, espanhol.
Fr. Antonio Paganio, Veneziano.

Conventuais de S. Francisco
Fr. Marcos Gamboroni de Lugo, italiano.
Fr. Bartolomeu Golfi de Portula, italiano.
Fr. Juan Tercio, de Bérgamo.
Fr. Vicente Tomasini, florentino.
Fr. Agostinho Balbi de Lugo, italiano.
Fr. Juan Bautista Ghisulpi, italiano.
Fr. Antonio de Guignano, italiano.
Fr. Lucio Aguisiola, de Placencia.
Fr. Maximiano Benjamín, de Crema.
Fr. Octavio Caro de Nápoles, italiano.
Fr. Antonio Posi de Monte Ilcino, italiano.
Fr. Buenaventura de Meduli, italiano.
Fr. Marcial Peregrino, calabrês.
Fr. Antonio Cubalo, de Feltri.
Fr. Andrés Schinopi de Amandula, italiano.
Fr. Baltasar Crispo, napolitano.
Fr. Bartolomeu Baphi, de Prosecho.
Fr. Francisco Vicedomini, de Ferrara.

Teólogos ermitães de S. Agostinho
Fr. Tadeo Guidol, de Perug.
Fr. Juan Pablo Mazoferri, de Recanaté.
Fr. Simón Florentino, italiano.
Fr. Querubín Lavoso de Casia, italiano.
Fr. Gabriel Verrati, de Ancona.
Fr. Ambrosio Veronés, italiano.
Fr. Juan Bautista Burgos, valenciano, provincial de Aragão, dr. teólogo: morreu em 1573.
Fr. Antonio de Mondulfi, italiano.
Fr. Gil de Volaterra, italiano.
Fr. Eugenio de Pésaro, italiano.
Fr. Adamancio de Florença, italiano.
Fr. AurOio Coronalto, suíço.
Fr. Baltasar de Masa, italiano.
Fr. Sebastián Broil, de Fano.
Fr. Cristóbal Santirso, espanhol, de Burgos.
Fr. Simón Brazolati, de Pádua.
Fr. Angel Ferro, Veneziano.
Fr. Pedro N., português.
Fr. Gabriel de Ancona, italiano.
Fr. Francisco de Trani, italiano.
Fr. Alejo Estradoa, toscano.

Teólogos carmelitas
Fr. Juan Jacobo Cheregati, de Vicencia.
Fr. Teodoro Mas, de Mantova.
Fr. Silvestre N., italiano.
Fr. Lucrecio Tirabosqui, italiano.
Fr. Nicolás N., francês.
Fr. Eraldo N., francês.
Fr. Lorenzo Laureto, Veneziano.
Fr. Angelo Ambrosini, Veneziano.

Teólogos servitas
Fr. Esteban Bonuci, de Arezo.
Fr. Amante N., italiano.

Oficiais do santo Concílio
O Rvmo. Sr. Bispo de Cava, comissário.
O Rvmo. Sr. Bispo de Telese, secretario.
O Sr. Luis Bondoni de Pirmanis, mestre de cerimônias, de Macerata.
O Sr. Gerónimo Gambari, depositário, de Brezza.
O Sr. Antonio Marceli, depositário, italiano.

Cantores do santo Concílio
Simón Bartolini, de Perugia.
Juan Luis de Episcopis, napolitano.
Bartolomeu le Comte, francês.
Matías Albo, de Fulgino.
Francisco Bustamante, espanhol.
Juan Antonio Latino, de Benev.
Francisco Druda, de Urbino.
Lucas Longinquo, de Guisors.
Pedro Scortesi, de Arezo.
Pedro Martínez, de Salamanca.
Domingo Adán, de Castilla.
Hipólito Mergoni, de Mantova.
Jacobo Bennati, de Mantova.

Notários
O Sr. Marcos Antonio Peregrini, de Como.
O Sr. Cintio Panfili, São Severino.
O Sr. Gerónimo Gambari, de Brezza.

Correios do sumo Pontífice e do santo Concílio
Nicolás de Mateis, saboiano.
Santiago Carra, saboiano.

Padres que protestaram à traslação do Concilio para Bolonha
O Rvmo. e Ilmo. Sr. Pedro Pacheco, Presbítero Cardeal da S. R. I., espanhol.
O Rvmo. Sr. Salvador Alepus, arceb. de Sacer, espanhol.
O Rvmo. Sr. Pedro Tagliavia, arceb. de Palermo, siciliano.
O Rvmo. Sr. Marcos Viger, Bispo de Sinigalia, de Sabóia.
O Rvmo. Sr. Braccio Marto, de Fiesoli, florentino.
O Rvmo. Sr. Coriolano Martirano, de S. Marcos, napolitano.
O Rvmo. Sr. Baltasar de Heredia, de Bosa, espanhol.
O Rvmo. Sr. Juan de Fonseca, de Castel-mar, espanhol.
O Rvmo. Sr. Juan de Salazar, danciano, espanhol.
O Rvmo. Sr. Gerónimo de Bolonia, de Siracusa, siciliano.
O Rvmo. Sr. Francisco de Navarra, de Badajoz, espanhol.
O Rvmo. Sr. Diego de Alava, de Astorga, espanhol.
O Rvmo. Sr. Pedro Agostinho, de Huesca, espanhol.
O Rvmo. Sr. Bernardo Díaz, de Calahorra, espanhol.
O Rvmo. Sr. Antônio de Cruz, de Canarias, espanhol.
O Rvmo. Sr. Baltasar Limpo, de Oporto, português.
O Rvmo. Sr. Claudio da Guische, de Mirepoix, francês.
O Rvmo. Sr. Galeazo Florimonti, de Aquino, de Sesa.

FONTE: http://agnusdei.50webs.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário